A rede Mobi.E voltou a superar, em 2023, os recordes anuais, tendo-se registado mais de 3,7 milhões de carregamentos de veículos elétricos na rede, mais 68% que em 2022, segundo anunciado através de um comunicado divulgado esta quarta-feira.

Os carregamentos cresceram 68% e o número de utilizadores subiu ligeiramente mais (mais 69%, para 174,5 mil utilizadores). Já o consumo de energia aumentou 95%, fixando-se em cerca de 71.500 MWh (megawatts/hora).

A própria rede também cresceu, com 25 postos novos, em média, por semana. No final do ano havia mais 1300 postos de carregamento (4450 no total da rede, o que significa 7800 pontos de carregamento).

Atualmente, a potência disponível ronda os 248 mil kW (quilowatt), cerca de 13% acima do imposto pelo Regulamento Europeu.

A nota refere ainda os “postos de acesso privado ligados à rede Mobi.E, denominados Detentores de Pontos de Carregamento (DPC), que, ao longo do ano, mais do que duplicaram (110%) ultrapassando, no final de 2023, os 1700”.

“Os números ilustram a nossa capacidade em darmos resposta a um aumento cada vez mais significativo da procura e da adesão a esta forma de mobilidade sustentável. O investimento que será feito na rede Mobi.E ao longo dos próximos anos irá permitir um alcance cada vez mais reforçado da rede de carregamentos”, refere, citado na nota, Luís Barroso, presidente da empresa.

Fuente

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here