Os líderes e os diplomatas da UE respiraram de alívio quando o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, anunciou há duas semanas que o Conselho aprovou, por unanimidade, o pacote de ajuda de 50 mil milhões de euros à Ucrânia.

Fuente