Pode parecer uma profissão invisível e há hoje pouco mais de 200 profissionais a exercê-la, mas é tão antiga quanto as crónicas de Damião de Góisque no século XVI, no reinado de D. João III, já falava da sua importância para o comércio da cidade de Lisboa – os homens que ajudavam a cumprir as formalidades aduaneiras de quem recebia as mercadorias importadas.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue – nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.

Fuente