Das 43 urgências de ginecologia e obstetrícia no país, 28 vão funcionar até final de Abril de forma contínua, duas vão atender apenas doentes referenciados e oito terão dias de pausa devido à falta de médicos, segundo dados oficiais publicados nesta terça-feira.

Fuente