Um final à ópera rock — como não se sabe bem o que apareceu por aqui, na competição da 77.ª edição do Festival de Cannes, “ópera rock” sugere mais do que aproximadamente um grande turbilhão; mas, antes, essa “coisa” passou por Vertigem e por 2001 Odisseia no Espaço. E como um Fantasma do Paraíso atafulhado e intoleravelmente enjoado com aquilo que esteve a comer, Kubrick, DePalma e todos, A substância vomita finalmente toneladas de sangue aos espectadores.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue – nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.

Fuente