O órgão responsável pela gestão e disciplina dos tribunais administrativos e fiscais foi condenado esta quinta-feira por ter cometido ilegalidades num concurso destinado a promover juízes da primeira instância a desembargadores. A situação é vista como inédita.

Fuente